— ler mais..

A carreira de Josep Guardiola enquanto treinador de futebol é o que é: brilhante. Nele, tudo tem sido harmonia. O clube, a formação, os jogadores, a equipa, os adeptos, a região, todas estas..." /> — ler mais..

A carreira de Josep Guardiola enquanto treinador de futebol é o que é: brilhante. Nele, tudo tem sido harmonia. O clube, a formação, os jogadores, a equipa, os adeptos, a região, todas estas..." /> Semanada - Record
16 Janeiro, 2013

Guardiola desafia-se a si próprio

A carreira de Josep Guardiola enquanto treinador de futebol é o que é: brilhante.

Nele, tudo tem sido harmonia. O clube, a formação, os jogadores, a equipa, os adeptos, a região, todas estas variáveis conjugadas por ele e pelos seus levaram à construção de um conjunto de resultados absolutamente extraordinário. Mas…

A Guardiola não bastam as fronteiras do Barcelona (como de resto parecem chegar a Messi para se afirmar o maior futebolista do Mundo). Depois de ter sido eleito o coordenador dos movimentos do “dream team” de Johan Cruyff campeão europeu, Guardiola quis mais, e mais, e mais. Mas o que tiveram para lhe oferecer foi uma oportunidade obscura no futebol italiano. Onde não vingou.

Agora, na sequência da eleição de melhor treinador do Mundo, o homem de futebol “made in Barcelona” voltou a querer mais. E atirou-se para o maior desafio da carreira: provar a si próprio que a tentativa falhada de vingar fora do seu habitat foi um acidente. 

Um grande treinador ganha em qualquer lugar, é essa a prova de fogo para Guardiola, no Bayern Munique. 

565 visualizações