— ler mais..

Embora pareça, estamos em mês de eleições autárquicas. Mas quem escolheu, e bem, Portugal para gozar as respetivas férias e não se fechou num hotel ou grelhou numa praia, sabe bem o que está a acon..." /> — ler mais..

Embora pareça, estamos em mês de eleições autárquicas. Mas quem escolheu, e bem, Portugal para gozar as respetivas férias e não se fechou num hotel ou grelhou numa praia, sabe bem o que está a acon..." /> A bola rola também nas autárquicas - Bola na Área - Record

Bola na Área

Voltar ao blog

A bola rola também nas autárquicas

3 Setembro, 2013 679 visualizações

Embora pareça, estamos em mês de eleições autárquicas.

Mas quem escolheu, e bem, Portugal para gozar as respetivas férias e não se fechou num hotel ou grelhou numa praia, sabe bem o que está a acontecer. O país vernacular estava ali à nossa espera nas rotundas cheias de cartazes.

Como não podia deixar de ser, a tribo da bola também se envolveu nesta coisa. Por exemplo, em Matosinhos…

…o partido Socialista, que domina a cena desde o 25 de 74, apresenta um antigo guarda-redes, significativamente de apelido Parada, como candidato à presidência da câmara. Cujo mandatário é Vítor Oliveira, o treinador especialista em promoções, hoje no Moreirense. O candidato à assembleia municipal é o médico Eduardo Coutinho, que já foi responsável clínico do Leça e está no Leixões. Portanto, um pleno desportivo dos socialistas de Matosinhos, que nestas eleições têm por principal adversário o ex-socialista Guilherme Pinto, cujo passado desportivo, porém, se desconhece. Quem já não corre em Matosinhos é Guilherme Aguiar, o tal que apesar de ter conseguido nas últimas autárquicas o pior resultado de sempre do PSD em Matosinhos garantiu um lugar de vereador e outro de administrador numa empresa municipal, seguindo agora para Gaia, deixando muitas saudades em Guifões.

Descendo rumo ao Sul, na certeza agustiniana de que abaixo de Coimbra é tudo charneca, deparamos com a candidatura de Jorge Coroado à união de freguesias de São Julião da Barra, Paços de Arcos e Caxias. Sendo o forte de SJB o principal bastião da defesa nacional e Caxias o centro de estágio dos comunistas portugueses até aos 25 de 74, aqui estamos perante mais uma prova axiomática de que não há coincidências. A propósito de cadeias, recordo uma visita que fiz à de Paços de Ferreira com o antigo árbitro Carlos Calheiros, que abriu assim a sua pedagógica intervenção dirigida aos utentes do estabelecimento: “Meus amigos, tenho a anunciar que o único ladrão aqui presente que não está preso sou eu!” Acho que tinha uma foto deste momento mas perdi a fatura, perdão, a fotografia.

Termino esta breve incursão pela campanha com um histórico do nosso futebol, JVP, atual diretor da FPF, que é candidato na lista de Menezes a Campanhã, na coligação “Porto Forte”. O que também se aceita pois JVP como jogador nunca andou a ver passar os comboios.