— ler mais..

Finalmente, o debate. Sintomaticamente na Sala do Arquivo da Câmara Municipal de Lisboa. Pois falou-se muito mais do passado que do futuro. Depois de ouvir mais uma vez Carlos Marta, apetece-me pe..." /> — ler mais..

Finalmente, o debate. Sintomaticamente na Sala do Arquivo da Câmara Municipal de Lisboa. Pois falou-se muito mais do passado que do futuro. Depois de ouvir mais uma vez Carlos Marta, apetece-me pe..." /> O debate Gomes-Marta: estalou o verniz - Bola na Área - Record

Bola na Área

Voltar ao blog

O debate Gomes-Marta: estalou o verniz

30 Novembro, 2011 1211 visualizações

Finalmente, o debate.

Sintomaticamente na Sala do Arquivo da Câmara Municipal de Lisboa. Pois falou-se muito mais do passado que do futuro.

Depois de ouvir mais uma vez Carlos Marta, apetece-me perguntar: o que fazia este homem-máquina em Tondela?

Fernando Gomes jogou sempre à defesa, o seu adversário atacou com dois extremos. A plateia de notáveis tentou não reagir e conseguiu não equiparar-se aos figurantes do Preço Certo ou da Praça da Alegria (hellas!).

Até foi fácil encontrar o Wally!

Atrás de Marta, o camarada Hermínio. Parece que despertou um bocadinho quando se falou em verdade desportiva.

Quem ganhou o debate?

Bem, Marta foi eloquente, incisivo, entalou Gomes na questão do contrato de Paulo Bento e esteve claramente por cima a falar de arbitragem.

Gomes nunca se deu por vencido mas não precisava daquele papelinho.

Marta entrou quase de pantufas, lançou o ataque na primeira oportunidade e manteve-se em guarda.

Gomes estava nervoso e irritou-se (o que não pode acontecer num debate destes).

E ninguém falou no Apito Dourado!

Estou tentado a dar a vitória a Marta – e se calhar já dei – mas a verdade é que Fernando Gomes é, embora no sentido figurado, um leão. Todos sabemos como reage um leão quando é ferido…

No fundo, o debate teve apenas um efeito pirotécnico. Embora ambos os candidatos digam que não, tudo se vai decidir porta a porta, delegado a delegado. E como se aproxima o Natal…

Ah, esquecia-me: alguém viu o Joaquim Oliveira?