— ler mais..

Parece um facto: Villas-Boas vai para o Chelsea. Não sei se o treinador jantou no Camelo com Abramovich, como Mourinho, o que sei é que tem pela frente um contrato milionário. Pinto da Costa não d..." /> — ler mais..

Parece um facto: Villas-Boas vai para o Chelsea. Não sei se o treinador jantou no Camelo com Abramovich, como Mourinho, o que sei é que tem pela frente um contrato milionário. Pinto da Costa não d..." /> Peseiro na frente da corrida à sucessão do Special 2 - Bola na Área - Record

Bola na Área

Voltar ao blog

Peseiro na frente da corrida à sucessão do Special 2

20 Junho, 2011 765 visualizações

Parece um facto: Villas-Boas vai para o Chelsea.

Não sei se o treinador jantou no Camelo com Abramovich, como Mourinho, o que sei é que tem pela frente um contrato milionário.

Pinto da Costa não devia estar à espera que o ruivinho abandonasse já a sua cadeira de sonho. Mas está visto que há cadeiras e há tronos, há milhares e há milhões e a ambição humana não tem limites.

E agora? Por onde pode ir o FC Porto na sucessão do Special 2?

BnA abre uma linha de fogo numa ordem que não é arbitrária…

JOSÉ PESEIRO – Mais um professor. Esteve muito perto do Olimpo no Sporting, foi um fiel escudeiro de Carlos Queiroz (treinador que Pinto da Costa consulta) e tem margem de progressão. Tem sido visto muito no Porto e é claramente um treinador do arco de preferências dos dirigentes azuis e brancos. É neste momento a hipótese mais forte.

MANUEL CAJUDA – O joker. Está livre, tem obra feita no campeonato português e nunca teve a oportunidade de treinar um grande. Foi o primeiro treinador a dar ao Sp. Braga um empurrão significativo. No Vitória subiu e esteve com um pé na Champions. É verdade que um dia, ainda treinador do Sp. Braga, agarrou no telemóvel e falou a rir com os amigos enquanto o FC Porto era afastado da Taça de Portugal, para na eliminatória seguinte ser afastado em casa pelo Leixões. Tem carisma, um discurso ambicioso e rodou nos últimos anos no estrangeiro. Contra tem o facto de ser um treinador da velha escola. A favor o facto de poder ter aqui a sua grande oportunidade de afirmação.

LEONARDO JARDIM – Perfeitamente na linha de Villas-Boas. Alia os conhecimentos científicos a uma personalidade muito forte. Pinto da Costa já o elogiou e quando saiu do Beira-Mar logo se disse que era um treinador da carteira do presidente portista e que só ia para Braga para ganhar endurance. A saída de Villas-Boas pode antecipar a aposta. António Salvador não colocará obstáculos pois sabe que terá contrapartidas.

CARLOS CARVALHAL – Amigo de longa data do presidente, acabou por queimar algumas cartas quando passou pelo Sporting. É jovem, metódico, fiel, trabalhador. Pinto da Costa gosta muito dele pode é não ter muita margem para justificar a aposta. Isto se partirmos do princípio que o líder e criador dos dragões precisa de justificar as suas apostas. Não penso eu de que.

 

 

 

LUÍS FREITAS LOBO – Entrada de última hora. Depois explico.