— ler mais..

Três golos na 1.ª parte. Bem bom para um clássico. Mais uma vez o FC Porto arrancou aos soluços. Os dragões têm um futebol pouco fluente, vivem de repelões e foi assim que criaram duas ou três opo..." /> — ler mais..

Três golos na 1.ª parte. Bem bom para um clássico. Mais uma vez o FC Porto arrancou aos soluços. Os dragões têm um futebol pouco fluente, vivem de repelões e foi assim que criaram duas ou três opo..." /> FC Porto-Sporting: limpinho, limpinho - Bola na Área - Record

Bola na Área

Voltar ao blog

FC Porto-Sporting: limpinho, limpinho

18 Outubro, 2014 766 visualizações

Três golos na 1.ª parte. Bem bom para um clássico.

Mais uma vez o FC Porto arrancou aos soluços. Os dragões têm um futebol pouco fluente, vivem de repelões e foi assim que criaram duas ou três oportunidades. O Sporting entrou de prego a fundo, com Nani a lançar um aviso – é um jogador com pormenores extraordinários.

Jorge Sousa alargou o critério disciplinar e fez bem pois é o que se impõe nestas ocasiões.

Três golos, dois sobretudo fundados em erros. O do FC Porto não considero um erro defensivo, foi apenas uma grande abertura de Quintero.

O FC Porto se quiser dar a volta tem de começar a mostrar essa vontade rapidamente.

Bruno de Carvalho contido nos festejos – ah pois é…

Montero não marca mas intimida.

Jackson continua a ser o abono de família e é o único com a vacina da rotatividade em dia.

Lopetegui abana a cabeça após o penálti falhado. Mau, mauzinho.

Imprudência de Maurício. Não se fazem carrinhos na grande área mas o lance começa com um fora-de-jogo que escapou a Bertino Miranda, o melhor árbitro assistente do mundo.

Patrício melhor que Jackson na marca dos 11 metros. Justiça divina?

O FC Porto joga a carvão.

O Sporting está a esticar demasiado o jogo…

Melhor em campo: Luís Freitas Lobo.

Baixa pressão portista é incompreensível. Jackson tem de vir cá atrás fazer uma falta sobre William Carvalho!

Assobios. Claro. O que é que queriam?

Desta vez nada aconteceu de relevante para a ficha do jogo ao minuto 69.

Um penálti por marcar (para o FC Porto) é sempre bom pasto para os paineleiros.

Oportunidade de golo para o FC Porto depois de bola perdida no ataque por William. O que é que é isso?

Marcano: um golo e uma assistência. Pode vir a destronar o LFL.

Quem estava a par de tudo era, afinal, o Raul Meireles.

Contas feitas, primeira derrota do FC Porto de Lopetegui. O espanhol está claramente debaixo de fogo. Este FC Porto é frouxo e as opções do seu treinador são no mínimo discutíveis. Mais a mais, é muito perigoso brincar com a saúde do presidente, pois é único e pode fazer muita falta.