— ler mais..

A Liga fez sair hoje um comunicado onde acusa o ex-secretário-geral, Tiago Craveiro, de estar a fazer tudo para prejudicá-la concretamente nas relações institucionais com a FPF, desviando, inclusiv..." /> — ler mais..

A Liga fez sair hoje um comunicado onde acusa o ex-secretário-geral, Tiago Craveiro, de estar a fazer tudo para prejudicá-la concretamente nas relações institucionais com a FPF, desviando, inclusiv..." /> Teoria da “constipação” na Liga a propósito de Tiago Craveiro - Bola na Área - Record

Bola na Área

Voltar ao blog

Teoria da “constipação” na Liga a propósito de Tiago Craveiro

1 Junho, 2012 704 visualizações

A Liga fez sair hoje um comunicado onde acusa o ex-secretário-geral, Tiago Craveiro, de estar a fazer tudo para prejudicá-la concretamente nas relações institucionais com a FPF, desviando, inclusive, patrocínios.

Na minha modesta opinião, a Liga está ou a emprenhar pelos ouvidos ou então a entrar no espírito de silly season.

Tiago Craveiro fez uim trabalho altamente meritório na Liga, ao lado de Hermínio Loureiro (principalmente) e de Fernando Gomes.

Foi capaz de cativar patrocinadores importantes e reoorganizou a Liga, tornando-a 100% profissional, embora sempre como n.º2 principalmente de Hermínio Loureiro, hoje vice-presidente da FPF, que foi quem, de facto, trouxe para a Liga um camião (ou dois) de euros.

Mais, ficou ao lado de Mário Figueiredo quando Fernando Gomes foi eleito presidente da FPF.

Mas o seu caminho estava traçado. Gomes queria-o ao seu lado e ponto final. Hoje, Craveiro é assessor do presidente da FPF. Amanhã será secretário-geral da FPF e, tanto quanto sei, continua empenhadíssimo em que a Liga e a FPF puxem a carroça na mesma direção.

Compreende-se que Figueiredo esteja a sentir dificuldades sobretudo em garantir apoios financeiros. Mas não será este o melhor caminho para chegar a bom porto. Acredito que tudo se vai resolver da melhor maneira. O futebol português não se pode perder em guerras de alecrim e manjerona.

Não vou também dizer que neste processo só há anjinhos pois estes estão todos no céu e são seres assexuados. Há sempre ressentimentos que ficam e arestas que não são limadas. As tentações bélicas muitas vezes sobrepõem-se ao bom senso.

Mário Figueiredo herdou uma Liga que foi perdendo os seus pilares mas esta também é uma oportunidade para em vez de apenas ser o decorador da casa da Rua da Constituição assumir-se como o construtor de um novo edifício. Acredito na sua capacidade para fazer a sua obra – apesar das resistências… – e aguardo com expectativa o que vai fazer sobretudo no campo da centralização dos direitos televisivos, um processo que envolve uma empresa que todos sabemos ter grande influência em alguns altos dirigentes do nosso futebol…

PS – Aproveito aqui para esclarecer o que aconteceu com o patrocínio da Orangina que vai desaparecer na próxima época. Esta marca, que é distribuída pela Central de Cervejas, falhou a sua implantação em Portugal e vai desinvestir. Ora, quem paga este patrocínio é a Central de Cervejas dentro do contrato de 4 anos da Liga Zon Sagres. Por isso, a Central não vai deixar de pagar nem vai pagar mais por isto e até pode eleger um dos seus produtos para o “naming” da Liga de Honra na época que aí vem, tanto mais que esta competição vai contar com as equipas B dos grandes. Ou seja, a Liga nada perdeu com isto…