Monthly Archives: Março 2012

Confiança na economia portuguesa

26/03/2012
Colocado por: Pedro Romano

Confiança, confiança, confiança. Este tem sido o discurso dominante das autoridades nacionais. Passos Coelho pede aos parceiros europeus que confiem na capacidade do Executivo de implementar as reformas e medidas acertadas no âmbito do Memorando de Entendimento. Vítor Gaspar pede aos mercados que confiem na solidez das contas públicas portuguesas. Álvaro Santos Pereira pede aos investidores que confiem na robustez da economia portuguesa. E até Carlos Costa pede confiança na situação da banca nacional.

 

Mas há confiança? Há sinais contraditórios. Destacamos três, com os principais sinais negativos a chegarem dos depósitos dos não residentes:

 

 

 

Gastar mais reduz o défice

23/03/2012
Colocado por: Pedro Romano

O Wall Street Journal dá hoje grande destaque a um estudo de Larry Summers e Brad DeLong, segundo o qual um estímulo orçamental pode diminui a dívida pública em determinadas circunstâncias. A armadilha de liquidez em que grande parte da Europa e EUA caíram é uma delas: Summers and DeLond push for more government spending. Também estamos a ler:

 

2. The logic and fairness of Greece's programme (Vox). O economista-chefe do FMI, Olivier Blanchard, analisa o segundo programa de austeridada da Grécia. O diagnóstico “transpira” a Portugal por todos os poros.

 

3. Fed's Bullard sees price threat from G7delaying tighter policy (Bloomberg). Um dos presidentes da Fed alerta para os riscos que a actual política monetária pode ter para a inflação.

 

4. The strange case of disappearing productive capacity (Mainly Macro). A capacidade produtiva (aka PIB potencial) está a desaparecer um pouco por todo o mundo desenvolvido. Simon Wren-Lewis descobriu que o Reino Unido não escapa à regra.

40

Desvalorização fiscal, uma oportunidade perdida?

22/03/2012
Colocado por: Pedro Romano

O Governo português virou o “polegar para baixo” na altura de decidir se a desvalorização fiscal seguir em frente, apesar do impacto positivo que, segundo vários estudos, a medida poderia ter. A decisão foi em contraciclo com o que se passa no resto da Europa: a Irlanda utilizou um mecanismo semelhante e a França já anunciou que tenciona implementar uma desvalorização fiscal.

Catroga e as rendas

20/03/2012
Colocado por: Rui Peres Jorge

12

A propósito das declarações de Eduardo Catroga há factos que (esquecidos pelo chairman da EDP) são indesmentíveis: há um estudo que já foi feito pelo governo sobre as rendas no sector da energia, um estudo que foi pedido pela troika na sequência da identificação de rendas no sector da energia, ainda na fase de negociação do Memorando de Entendimento que contou com a participação de Eduardo Catroga.

 

Ler aqui Catroga, EDP e rendas.