Lado B

Voltar ao blog

O dragão já cospe fogo

21 Novembro, 2017 1671 visualizações

As impressões deixadas no México já tinham sido positivas, mas ontem, em Guimarães, o FC Porto mostrou que respira saúde e é neste momento, dos três grandes, o que segue mais adiantado na preparação. A equipa de Sérgio Conceição já está a jogar a sério. Ao contrário de Benfica e Sporting, nos portistas sente-se uma assimilação real dos métodos do treinador e processos simples, entendíveis para quem está de fora. E os jogadores sabem interpretar o que lhes é pedido.

O FC Porto não deu hipóteses ao Vitória de Pedro Martins. E sabe-se como o técnico vimaranense prepara bem as equipas. Só que a 1.ª parte foi toda, mas toda portista. A jogar em pressão alta, com bloco subido, os centrais sem medo de terem metros nas costas e as zonas de definição de pressão entendíveis para quem, nas bancadas, se deleitava com os primeiros 45 minutos do dragão.

 

Num FC Porto sem dinheiro para luxos, Sérgio fez uma opção inteligente. Não renegar o passado, aproveitar o que de bom Nuno deixou e acrescentar as suas ideias, que já são percetíveis numa equipa de pendor mais ofensivo e agressivo do que a do antecessor. Vale o que vale, mas gostei de ver o FC Porto. Imagine-se se chegarem reforços a sério. Seria mais justo se olharmos ao que gastam águias e leões. Mas é a vida.

Texto publicado em Record a 24 de julho de 2017

Comentários